fbpx

Programação
do Congresso

no dia desejado para ver a

08:00 às 08:05 | ABERTURA DO CONGRESSO

08:05 às 09:45 | SESSÃO 01: O QUE APRENDEMOS COM OS PROGRAMAS DE SCREENING?

08:05 às 08:10 | APRESENTAÇÃO DA MESA

COORDENADORES: FABIO POSTIGLIONE MANSANI (PR) E ANASTÁSIO BERRETTINI JÚNIOR (SP)

PAINELISTAS: SANDRA MARQUES SILVA GIOIA (RJ), RENE ALOISIO DA COSTA VIEIRA (MG) E LUIZ HENRIQUE GEBRIM (SP)

08:10 às 08:20 | CONTROVÉRSIAS DO SCREENING MAMOGRÁFICO: O QUE ESTAMOS DIZENDO?

PALESTRANTE: LISA ANN NEWMAN (EUA)

08:20 às 08:35 | DISCUSSÃO AO VIVO

08:35 às 08:45 | QUAL O PAPEL DO EXAME CLÍNICO DA MAMA NA MORTALIDADE POR CÂNCER DE MAMA?

PALESTRANTE: RAJENDRA BADWE (INDIA)

08:45 às 09:00 | DISCUSSÃO AO VIVO

09:00 às 09:10 | COMO PODEMOS MELHORAR O SCREENING MAMOGRÁFICO?

PALESTRANTE: CONSTANCE LEHMAN (EUA)

09:10 às 09:25 | DISCUSSÃO AO VIVO:

09:25 às 09:35 | ESTRATÉGIAS QUE PODEM MELHORAR O MANEJO DE PACIENTES COM CÂNCER DE MAMA EM PAÍSES DE BAIXA E MÉDIA RENDA

PALESTRANTE: RUFFO DE FREITAS JR. (GO)

09:35 às 09:45 | DISCUSSÃO AO VIVO

09:45 às 10:00 | INTERVALO

10:00 às 12:00 | SESSÃO 02: MANEJO DA PACIENTE DE ALTO RISCO

COORDENADORES: CARLOS ALBERTO RUIZ (SP) E RENATO ZOCCHIO TORRESAN (SP)

PAINELISTAS: CLECIO ÊNIO MURTA DE LUCENA (MG) E MONICA VIEIRA M. TRAVASSOS JOURDAN (RJ)

10:00 às 10:05 | APRESENTAÇÃO DA MESA

10:05 às 10:10 | APRESENTAÇÃO DO CASO CLÍNICO: PACIENTE 31 ANOS, COM FORTE HISTÓRICO FAMILIAR DE CÂNCER DE MAMA PROCURA CONSULTA COM MASTOLOGISTA PARA AVALIAÇÃO DE ROTINA DAS MAMAS.

10:10 às 10:25 | DISCUSSÃO AO VIVO

10:25 às 10:35 | MELHORES ABORDAGENS NO SCREENING DE PACIENTE DE ALTO RISCO.

PALESTRANTE: LINEI AUGUSTA BROLINI (PR)

10:35 às 10:50 | DISCUSSÃO AO VIVO

10:50 às 11:00 | COMO ESCOLHER O MELHOR PROCEDIMENTO DE BIÓPSIA NAS LESÕES MAMÁRIAS?

PALESTRANTE: LUCIANO FERNANDES CHALA (SP)

11:00 às 11:15 | DISCUSSÃO AO VIVO

11:15 às 11:25 | QUAL É O PAPEL DA RM NO CENÁRIO PRÉ-OPERATÓRIO?

PALESTRANTE: LISA ANN NEWMAN (EUA)

11:25 às 11:40 | DISCUSSÃO AO VIVO

11:40 às 11:50 | COMO AS NOVAS TECNOLOGIAS PODEM NOS AJUDAR NO RASTREAMENTO MAMÁRIO?

PALESTRANTE: EMILY CONANT (EUA)

11:50 às 12:00 | DISCUSSÃO AO VIVO

12:00 às 13:00 | SIMPÓSIO SATÉLITE – HOSPITAL ALBERT EINSTEIN

ASSINATURAS GENÉTICAS NO LIMITE: CASOS CONTROVERSOS

Moderador: Dr. Rafael Kaliks – Oncologista do Centro de Oncologia e Hematologia Einstein Debatedores:

Dr. Alessandro Leal – Oncologista do Centro de Oncologia e Hematologia Einstein

Dra. Ana Carolina Pires de Rezende – Radio-Oncologista do Centro de Oncologia e Hematologia Einstein

Dr. Antonio Luiz Frasson – Mastologia do Centro de Oncologia e Hematologia Einstein

Dra. Fernanda Teresa de Lima – Geneticista do Centro de Oncologia e Hematologia Einstein

Dr. Marcos Vinicius de Nigro Corpa – Patologista do Hospital Israelita Albert Einstein

Dr. Silvio Eduardo Bromberg – Mastologia do Centro de Oncologia e Hematologia Einstein

13:00 às 13:30 | INTERVALO PARA ALMOÇO

13:30 às 15:30 | SESSÃO 03 – MSD: MANEJO DOS TUMORES TRIPLO-NEGATIVOS

COORDENADORES: EDUARDO CAMARGO MILLEN (RJ) E CARLOS HENRIQUE ESCOSTEGUY BARRIOS (RS)

PAINELISTAS: SILVIO EDUARDO BROMBERG (SP), RAFAEL KALIKS (SP) E NILCEANA MAYA AIRES FREITAS (GO)

13:30 às 13:35 | APRESENTAÇÃO DA MESA

13:35 às 13:40 | APRESENTAÇÃO DO CASO CLÍNICO: PACIENTE 31 ANOS, DIAGNÓSTICO DE NEOPLASIA DE MAMA TRIPLO-NEGATIVO, ESTÁGIO CLÍNICO I: TUMOR 1.3CM, AXILA CLINICAMENTE NEGATIVA. CORE BIOPSY: CARCINOMA DUCTAL INVASIVO, GRAU NUCLEAR 3, GRAU HISTOLÓGICO III, RECEPTORES HORMONAIS NEGATIVOS, HER2 NEGATIVO, KI67 80% E TESTE GENÉTICO NEGATIVO.

13:40 às 13:55 | DISCUSSÃO AO VIVO

13:55 às 14:05 | SUBTIPOS MOLECULARES DO CÂNCER DE MAMA TRIPLO-NEGATIVO.

PALESTRANTE: FILOMENA MARINO CARVALHO (SP)

14:05 às 14:20 | DISCUSSÃO AO VIVO

14:20 às 14:30 | POR QUE INDICAR TRATAMENTO NEOADJUVANTE EM CÂNCER DE MAMA TRIPLO-NEGATIVO OPERÁVEL?

PALESTRANTE: HEATHER MCARTHUR (EUA)

14:30 às 14:45 | DISCUSSÃO AO VIVO

14:45 às 14:55 | MANEJO CIRÚRGICO DO CÂNCER DE MAMA TRIPLO-NEGATIVO: QUAL PAPEL DA RADICALIDADE CIRÚRGICA?

PALESTRANTE: ALAISTAIR THOMPSON (EUA)

14:55 às 15:10 | DISCUSSÃO AO VIVO

15:10 às 15:20 | IMUNOTERAPIA NEOADJUVANTE NO CÂNCER DE MAMA TRIPLO-NEGATIVO: ONDE ESTAMOS?

PALESTRANTE: HEATHER MCARTHUR (EUA)

15:20 às 15:30 | DISCUSSÃO AO VIVO

15:30 às 15:50 | INTERVALO

15:50 às 17:55 | SESSÃO 04 – LIBBS: CÂNCER DE MAMA EM PACIENTE EXTREMAMENTE JOVEM

COORDENADORES: VILMAR MARQUES DE OLIVEIRA (SP) E ANTONIO CARLOS BUZAID (SP)

PAINELISTAS: PAULA CRISTINA SAAB (SE), DEBORA DE MELO GAGLIATO JARDIM (SP) E DANIEL GUIMARAES TIEZZI (SP)

15:50 às 15:55 | APRESENTAÇÃO DA MESA

15:55 às 16:00 | APRESENTAÇÃO DO CASO CLÍNICO: PACIENTE 26 ANOS, NEOPLASIA DE MAMA ESQUERDA ESTÁGIO CLÍNICO II, GRAU NUCLEAR II, GRAU HISTOLÓGICO II, RECEPTORES HORMONAIS POSITIVOS, SUBMETIDA A TESTE MOLECULAR COM RESULTADO DE RS 19.

16:00 às 16:15 | DISCUSSÃO AO VIVO

16:15 às 16:25 | COMO A RADICALIDADE CIRÚRGICA PODE IMPACTAR NA MORTALIDADE? A MASTECTOMIA BILATERAL É SEMPRE UMA BOA OPÇÃO?

PALESTRANTE: JUDY BOUGHEY (EUA)

16:25 às 16:40 | DISCUSSÃO AO VIVO

16:40 às 16:50 | TRATAMENTO ADJUVANTE EM PACIENTES EXTREMAMENTE JOVENS: OS TESTES MOLECULARES SÃO UMA ALTERNATIVA SEGURA NESTE GRUPO DE PACIENTES?

PALESTRANTE: ANN H. PARTRIDGE (EUA)

16:50 às 17:05 | DISCUSSÃO AO VIVO

17:05 às 17:15 | GRAVIDEZ PÓS-TRATAMENTO DE CÂNCER DE MAMA.

PALESTRANTE: MATTEO LAMBERTINI (ITÁLIA)

17:15 às 17:30 | DISCUSSÃO AO VIVO

17:30 às 17:40 | HORMONIOTERAPIA EM PACIENTES PRÉ-MENOPAUSA: QUANTO É SUFICIENTE?

PALESTRANTE: ANN H. PARTRIDGE (EUA)

17:40 às 17:55 | DISCUSSÃO AO VIVO

18:00 às 19:00 | SIMPÓSIO SATÉLITE GENCELL: ALÉM DE MINDACT, UTILIDADE CLÍNICA DE MAMMAPRINT E BLUEPRINT

COORDENADOR: EDUARDO MILLEN (RJ)
PALESTRANTE: MARCELO CRUZ (SP)

08:00 às 08:05| ABERTURA DO DIA

08:00 às 08:05| ABERTURA DO DIA

08:05 às 09:50 | SESSÃO 05 – ONCOCLINICAS: CARCINOMA LOBULAR

COORDENADOR: BRUNO FERRARI (MG)

PAINELISTAS: MAX MANO (SP) E ALINE GONÇALVES (RJ)

08:05 às 08:10 | ABERTURA

08:10 às 08:25 | EXAMES DE IMAGEM: MANEJO DA LESÃO LOBULAR

08:25 às 08:40 | EXTENSÃO DA CIRURGIA NA NEOPLASIA LOBULAR
PALESTRANTE: ANTONIO FRASSON (RS)

08:40 às 08:55 | PAPEL DA HORMONIOTERAPIA NEOADJUVANTE NA NEOPLASIA LOBULAR

PALESTRANTE: TOMÁS REINERT (RS)

08:55 às 09:10 | INDICAÇÕES DE RADIOTERAPIA PÓS MASTECTOMIA 1-3 LINFONODOS

PALESTRANTE: PEDRO ZANUNCIO (SP)

09:10 às 09:25 | DISCUSSÃO

09:25 às 09:45 | MANEJO SISTÊMICO DA NEOPLASIA LOBULAR: MUDA ALGO EM RELACAO AOS CARCINOMAS DUCTAIS?

PALESTRANTE: OTTO METZGER (EUA)

09:45 às 09:50 | DISCUSSÃO

09:50 às 10:05 | INTERVALO

10:05 às 12:05 | SESSÃO 06 – ROCHE: MANEJO DA QUIMIOTERAPIA NEOADJUVANTE NOS TUMORES HER2 POSITIVOS

COORDENADORES: FRANCISCO PIMENTEL CAVALCANTE (CE) E HELIO RUBENS DE OLIVEIRA FILHO (PR)

PAINELISTAS: GIULIANO TOSELLO (SP), FABIANA BARONI ALVES MAKDISSI (SP) E DANIEL ARGOLO (BA)

10:05 às 10:10 | APRESENTAÇÃO DA MESA

10:10 às 10:15 | APRESENTAÇÃO DO CASO CLÍNICO: PACIENTE 45 ANOS, NEOPLASIA DE MAMA ESQUERDA ESTÁGIO CLÍNICO I, TUMOR 1.3CM, AXILA CLINICAMENTE NEGATIVA, CORE BIOPSY: CARCINOMA DUCTAL INVASIVO, GRAU NUCLEAR III, GRAU HISTOLÓGICO III, HER2 POSITIVO, RECEPTOR HORMONAL NEGATIVO.

10:15 às 10:30 | DISCUSSÃO AO VIVO

10:30 às 10:40 | QUANDO INDICAR QUIOMIOTERAPIA NEOADJUVANTE NOS TUMORES HER2 POSITIVOS?

PALESTRANTE: EVANDRO DE AZAMBUJA (BÉLGICA)

10:40 às 10:55 | DISCUSSÃO AO VIVO

10:55 às 11:05 | COMO PLANEJAR A CIRURGIA NO CENÁRIO DA NEOADJUVÂNCIA?

PALESTRANTE: KELLY HUNT (EUA)

11:05 às 11:20 | DISCUSSÃO AO VIVO

11:20 às 11:30 | MANEJO DA AXILA PÓS QUIMIOTERAPIA NEOADJUVANTE.

PALESTRANTE: VIVIANA GALIMBERTI (ITÁLIA)

11:30 às 11:45 | DISCUSSÃO AO VIVO

11:45 às 11:55 | RADIOTERAPIA PÓS NEOADJUVÂNCIA: PODEMOS INDIVIDUALIZAR DE ACORDO COM A PATOLOGIA FINAL?

PALESTRANTE: ABRAM RECHT (EUA)

11:55 às 12:05 | DISCUSSÃO AO VIVO – COMENTÁRIOS FINAIS

12:05 às 13:05 | SIMPÓSIO SATÉLITE: ONCOCLÍNICAS

12:05 às 12:10 | O COMPROMISSO COM A MEDICINA DE PRECISÃO

PALESTRANTE: RODRIGO DIENSTMANN (SP)

12:10 às 12:25 | SEQUENCIAMENTO GENÔMICO: UMA REVOLUÇÃO DIAGNÓSTICA IRREVERSÍVEL NA ONCOLOGIA

PALESTRANTE: RODRIGO DIENSTMANN (SP)

12:25 às 12:40 | DESAFIOS PARA A INCORPORAÇÃO DAS TECNOLOGIAS DE SEQUENCIAMENTO

PALESTRANTE: LAYLA TESTA GALINDO (SP)

12:40 às 12:55 | QUANDO INDICAR E COMO UTILIZAR RESULTADOS DO SEQUENCIAMENTO GENÔMICO NA PRÁTICA CLÍNICA

PALESTRANTE: TOMAS REINERT (RS)

12:55 às 13:05 | DISCUSSÃO E PERGUNTAS

DEBATEDOR: RODRIGO DIENSTMANN (SP)

13:05 às 13:30 | INTERVALO PARA ALMOÇO

13:30 às 15:30 | SESSÃO 07 – GRUPO FLEURY: MANEJO DOS TUMORES LUMINAIS

COORDENADORES: GUILHERME NOVITA GARCIA (SP) E JOÃO HENRIQUE PENNA REIS (MG)

PAINELISTAS: ANDRE MATTAR (SP), TOMAS REINERT (RS) E SOLANGE SANCHES (SP)

13:30 às 13:35| APRESENTAÇÃO DA MESA

13:35 às 13:40 | APRESENTAÇÃO DO CASO CLÍNICO: PACIENTE 44 ANOS, NEOPLASIA DE MAMA ESTÁGIO CLÍNICO II, TUMOR 2.1CM, AXILA CLINICAMENTE NEGATIVA, CORE BIOPSY: CARCINOMA DUCTAL INVASIVO, GRAU NUCLEAR III, RECEPTOR DE ESTROGÊNIO 90%, RECEPTOR DE PROGESTERONA 90%, APRESENTANDO LINFONODO SUSPEITO A ULTRASSOM DE MAMA COM PAAF POSITIVA PARA METÁSTASE.

13:40 às 13:55 | DISCUSSÃO AO VIVO

13:55 às 14:05 | QUANDO A NEOADJUVÂNCIA ESTARIA INDICADA NOS TUMORES LUMINAIS?

PALESTRANTE: MATTHEW ELLIS (EUA)

14:05 às 14:20 | DISCUSSÃO AO VIVO

14:20 às 14:30 | QUANDO PODEMOS REALIZAR BLS ALÉM DOS CRITÉRIOS DE INCLUSÃO DO Z0011?

PALESTRANTE: KELLY HUNT (EUA)

14:30 às 14:40 | DISCUSSÃO AO VIVO

14:45 às 14:55 | PAPEL DOS TESTES MOLECULARES NOS TUMORES LUMINAIS COM AXILA POSITIVA.

PALESTRANTE: MONICA MORROW (EUA)

14:55 às 15:10 | DISCUSSÃO AO VIVO

15:10 às 15:20 | HORMONIOTERAPIA NEOADJUVANTE: PODEMOS AMPLIAR AS INDICAÇÕES NAS PACIENTES PRÉ-MENOPAUSA?

PALESTRANTE: MATTHEW ELLIS (EUA)

15:20 às 15:30 | COMENTÁRIOS FINAIS

15:30 às 16:00 | INTERVALO PARA ALMOÇO

16:00 às 18:00 | SESSÃO 08: GENÉTICA E CÂNCER DE MAMA

COORDENADORES: CESAR CABELLO DOS SANTOS (SP) E FELIPE EDUARDO MARTINS DE ANDRADE (SP)

PAINELISTAS: SABAS CARLOS VIEIRA (PI), RODRIGO SANTA CRUZ GUINDALINI (BA) E GILBERTO AMORIM (RJ)

16:00 às 16:05 | APRESENTAÇÃO DA MESA

16:05 às 16:10 | APRESENTAÇÃO DO CASO CLÍNICO: PACIENTE 43 ANOS, HISTÓRICO FAMILIAR DE CÂNCER DE MAMA E ANTECEDENTE PESSOAL DE TUMOR DE TIREÓIDE AOS 33 ANOS, BIÓPSIA DE MAMA COM CÉLULAS ATÍPICAS AOS 39 ANOS. REALIZOU TESTE GENÉTICO COM PRESENÇA DE VARIANTE PATOGÊNICA EM CHECK-2. DESEJA A MASTECTOMIA BILATERAL PROFILÁTICA.

16:10 às 16:25 | DISCUSSÃO AO VIVO

16:25 às 16:35 | O PAPEL DO TESTE GENÉTICO EM PACIENTES COM CÂNCER DE MAMA: QUANDO SOLICITAR? QUAIS GENES TESTAR?

PALESTRANTE: SUZAN DOMCHECK (EUA)

16:35 às 16:50 | DISCUSSÃO AO VIVO

16:50 às 17:00 | PAPEL DO SCORE POLIGÊNICO ENTRE PORTADORAS DE MUTAÇÃO DE ALTA E MODERADA PENETRÂNCIA?

PALESTRANTE: MARK ROBSON (EUA)

17:00 às 17:15 | DISCUSSÃO AO VIVO

17:15 às 17:25 | MANEJO CIRÚRGICO DAS PORTADORAS DE MUTAÇÃO DE MODERADA E DE ALTA PENETRÂNCIA

PALESTRANTE: LISA NEWMAN (EUA)

17:25 às 17:40 | DISCUSSÃO AO VIVO

17:40 às 17:50 | INIBIDOR DA PARP NAS PACIENTES PORTATDORAS DE MUTAÇÃO GENÉTICA.

PALESTRANTE: SUZAN DOMCHECK (EUA)

17:50 às 18:00 | COMENTÁRIOS FINAIS

08:00 às 08:05 | ABERTURA DO DIA

08:05 às 09:50 | SESSÃO 09: MESA RUBENS PRUDÊNCIO- RECONSTRUÇÃO MAMÁRIA: CONTROVÉRSIAS ATUAIS E PERSPECTIVAS FUTURAS

COORDENADORES: FABRICIO PALERMO BRENELLI (SP) E CICERO URBAN (PR)

PAINELISTAS: REGIS PAULINELLI (GO), FABIO BAGNOLI (SP), EDUARDO GONZALEZ (ARGENTINA), JORGE VILLANOVA BIAZUS (RS) E DARLEY DE LIMA FERREIRA FILHO (PE)

08:10 às 08:15 | ABERTURA: HOMENAGEM AO PROFESSOR RUBENS PRUDÊNCIO
PALESTRANTE: VILMAR MARQUES DE OLIVEIRA (SP)

08:15 às 08:50 | DISCUSSÃO DE CASOS CLÍNICOS

08:50 às 09:00 | INDICAÇÕES E RESULTADOS DO USO DO MINIFLAP DO GRANDE DORSAL
PALESTRANTE: JEAN-MARC PIAT (FRANÇA)

09:00 às 09:10 | EMPREGO DA CIRURGIA ROBÓTICA NO CÂNCER DE MAMA E RECONSTRUÇÃO
PALESTRANTE: BENJAMIN SARFATI (FRANÇA)

09:10 às 09:20 | PERSPECTIVAS FUTURAS NA RECONSTRUÇÃO MAMÁRIA
PALESTRANTE: MARIO RIETJENS (ITÁLIA)

09:20 às 09:30 | QUAIS AS EVIDÊNCIAS ATUAIS SOBRE A SÍNDROME ASIA?
PALESTRANTE: CAROLINE GLICKSMAN (EUA)

09:30 às 09:50 | DISCUSSÃO AO VIVO

09:50 às 10:05 | INTERVALO

10:05 às 12:10 | SESSÃO 10: DE-ESCALONAMENTO DO TRATAMENTO LOCO-REGIONAL DO CÂNCER DE MAMA

10:05 às 10:10 | ABERTURA DA SESSÃO

COORDENADORES: ANTONIO LUIZ FRASSON (RS) E FELIPE PEREIRA ZERWES (RS)

PAINELISTAS: VILMAR MARQUES DE OLIVEIRA (SP), CARLOS ALBERTO RUIZ (SP), RUFFO DE FREITAS JR. (GO) E HENRIQUE SALVADOR (MG)

10:10 – 10:20 | CONTROVÉRSIAS NO TRATAMENTO LOCO-REGIONAL

PALESTRANTE: ANTONIO FRASSON (RS)

10:20 às 10:25 | APRESENTAÇÃO DE CASO CLÍNICO: PACIENTE 60 ANOS, NEOPLASIA DE MAMA ESTÁGIO CLÍNICO I, RECEPTORES HORMONAIS POSITIVOS, HER2 NEGATIVO. PODEMOS CONSIDERAR OMITIR RADIOTERAPIA EM PACIENTE DE BAIXO RISCO CLÍNICO?

10:25 às 10:35 | SIM: JENNIFER BELLON (EUA)

10:35 às 10:45 | NÃO: ABRAM RECHT (EUA)

10:45 às 11:00 | DISCUSSÃO AO VIVO

11:00 às 11:05 | APRESENTAÇÃO DE CASO CLÍNICO: PACIENTE 45 ANOS, NEOPLASIA DE MAMA ESTÁGIO CLÍNICO II, RECEPTORES HORMONAIS NEGATIVOS, HER2 POSITIVO, SUBMETIDA A QUIMIOTERAPIA NEOADJUVANTE COM RESPOSTA CLÍNICA E IMAGINOLÓGICA COMPLETA. PODEMOS CONSIDERAR A OMISSÃO DA CIRURGIA?

11:05 às 11:10 | SIM: ALAISTAIR THOMPSON (EUA)

11:10 às 11:20 | NÃO: JUDY BOUGHEY (EUA)

11:20 às 11:35 | DISCUSSÃO AO VIVO

11:35 às 11:45 | OMISSÃO SELETIVA DA CIRURGIA AXILAR: PARA QUAIS PACIENTES?

PALESTRANTE: KELLY HUNT (EUA)

11:45 às 11:50 | APRESENTAÇÃO DE CASOS CLÍNICOS: PACIENTE 71 ANOS, NEOPLASIA DE MAMA ESTÁGIO CLÍNICO I, RECEPTORES HORMONAIS POSITIVOS, HER2 NEGATIVO E PACIENTE 61 ANOS, NEOPLASIA DE MAMA ESTÁGIO CLÍNICO II, RECEPTORES HORMONAIS NEGATIVOS, HER2 POSITIVO, SUBMETIDO A QUIMIOTERAPIA NEOADJUVANTE COM PCR. PODEMOS CONSIDERAR A OMISSÃO DA CIRURGIA AXILAR NESTES CASOS?

11:50 às 12:10 | DISCUSSÃO AO VIVO

13:10 às 14:00 | SESSÃO 11: MELHORES TRABALHOS PREMIADOS COM ENTREGA DOS PRÊMIOS

14:00 às 15:40 | SESSÃO 12: DOENÇAS BENIGNAS DA MAMA

COORDENADORES: WALDEIR JOSÉ DE ALMEIDA JÚNIOR (MG) E JOÃO BOSCO RAMOS BORGES (SP)

PAINELISTAS: GABRIEL DE ALMEIDA SILVA JR. (MG), JOSÉ LUÍS ESTEVES FRANCISCO (SP) E PAULO ROBERTO PIROZZI (SP)

14:00 às 14:05 | APRESENTAÇÃO DA MESA

14:05 às 14:10 | APRESENTAÇÃO DO CASO CLÍNICO: PACIENTE 72 ANOS, ASSINTOMÁTICA COM ULTRASSOM MOSTRANDO UMA LESÃO SÓLIDO-CÍSTICA NO QUADRANTE SUPERIOR DA MAMA DIREITA.

14:10 às 14:25 | DISCUSSÃO AO VIVO

14:25 às 14:35 | DESAFIOS DIAGNÓSTICOS DA PATOLOGIA DAS LESÕES PAPILÍFERAS. DIAGNÓSTICO DE LESÕES PAPILÍFERAS: QUAL A MELHOR ABORDAGEM?

PALESTRANTE: FILOMENA MARINO CARVALHO (SP)

14:35 às 14:50 | DISCUSSÃO AO VIVO

14:50 às 15:00 | DIAGNÓSTICO DE LESÕES PAPILÍFERAS: QUAL A MELHOR ABORDAGEM?

PALESTRANTE: SIMONE ELIAS (SP)

15:00 às 15:15 | DISCUSSÃO AO VIVO

15:15 às 15:25 MANEJO DAS LESÕES NÃO PALPÁVEIS.

PALESTRANTE: VINICIUS MILANI BUDEL (PR)

15:25 às 15:40 | DISCUSSÃO AO VIVO

15:25 às 15:40 | INTERVALO

15:55 às 17:35 | SESSÃO 13: ESTILO DE VIDA E CÂNCER DE MAMA

COORDENADORES: IVO CARELLI FILHO (SP) E JOSE ROBERTO FILASSI (SP)

PAINELISTA: DANIEL BUTTROS (SP) E LEONIDAS SOUZA MACHADO (RS)

15:55 às 16:00 | APRESENTAÇÃO DA MESA

16:00 às 16:15 | DISCUSSÃO AO VIVO: PACIENTE 36 ANOS, DE ALTO RISCO FAMILIAR PARA CÂNCER DE MAMA, MÃE BRCA POSITIVA (PACIENTE SE RECUSA A FAZER TESTE GENÉTICO), BUSCANDO INFORMAÇÕES SOBRE OPÇÕES CONTRACEPTIVAS.

16:15 às 16:25 | CONTRACEPTIVOS ORAIS E CÂNCER DE MAMA: ESTAMOS SUPERESTIMANDO O RISCO?

PALESTRANTE: JOAQUIM TEODORO DE ARAUJO NETO (SP)

16:25 às 16:35 | APRESENTAÇÃO DE CENÁRIOS CLÍNICOS: IMPLANTES HORMONAIS E TESTOSTERONA.

– CENÁRIO 1: PACIENTE 40 ANOS, PROCURA ATENDIMENTO PARA AVALIAÇÃO, REFERE IRREGULARIDADE MENSTRUAL COM CICLOS ENCURTADOS, SINTOMAS PRÉ-MENSTRUAIS IMPORTANTES, ANSIEDADE, INSONIA, BAIXA LIBIDO. PROCUROU ATENDIMENTO SENDO ORIENTADA PELA GINECOLOGISTA A USO DE IMPLANTE HORMONAL (CHIP DA BELEZA) VISANDO CONTRACEPÇÃO ASSOCIADA A MELHORA DO VIGOR FÍSICO E MAIOR FACILIDADE DE PERDA DE PESO.

– CENÁRIO 2: PACIENTE 47 ANOS, MENOPAUSA HÁ 3 ANOS, HISTÓRICO DE RISCO FAMILIAR PARA CÂNCER DE MAMA, TEME PELO USO DE TH APESAR DOS SINTOMAS DE FOGACHOS, QUE JÁ APRENDEU A TOLERAR. ENTRETANTO, EM FUNÇÃO DE BAIXA LIBIDO FOI PRESCRITO PELO GINECOLOGISTA TESTOSTERONA TRANSDERMICA. PROCURA ATENDIMENTO DO MASTOLOGISTA PARA AVALIAR RISCO DE CÂNCER DE MAMA  EM CASO DO USO DA MEDICAÇÃO PRESCRITA.

16:35 às 16:50 | DISCUSSÃO AO VIVO

16:50 – 17:00 | IMPLANTE HORMONAL (CHIP DA BELEZA) E TESTOSTERONA: O QUE O MASTOLOGISTA DEVE SABER?

PALESTRANTE: ALFREDO CARLOS SIMÕES DORNELLAS DE BARROS (SP)

17:00 – 17:05 | APRESENTAÇÃO DE CASO CLÍNICO: PACIENTE 51 ANOS, MENOPAUSA HÁ 1 ANO, SINTOMAS CLIMATÉRICOS MODERADOS EM USO DE TH (ESTROGÊNIO ISOLADO, PACIENTE HISTERECTOMIZADA) HÁ 6 MESES. HISTÓRICO FAMILIAR DE IRMÃ COM CÂNCER DE MAMA AOS 62 ANOS. IMC 29, GANHO PONDERAL DE 5 KG DURANTE A PANDEMIA, INICIOU DIETA LOW CARB, REFERE FAZER PILATES 3XSEMANA. NEGA TABAGISMO, REFERE ETILISMO SOCIAL COM INGESTÃO DE UMA TAÇA DE VINHO DIARIAMENTE DURANTE O JANTAR. DESEJA ORIENTAÇÃO QUANTO SEU RISCO ONCOLÓGICO PELO HISTÓRICO FAMILIAR E USO DE TERAPIA HORMONAL.

17:05 – 17:20 | DISCUSSÃO AO VIVO

17:20 – 17:30 ESTILO DE VIDA E CÂNCER DE MAMA.

PALESTRANTE: GIL FACINA (SP)

17:30 às 17:35 | COMENTÁRIOS FINAIS

17:35 às 18:35 | SIMPÓSIO SATÉLITE NORDISK

17:35 às 17:50 | O PAPEL DA OBESIDADE NO CÂNCER DE MAMA

PALESTRANTE: VILMAR MARQUES DE OLIVEIRA (SP)

17:50 às 18:20 | COMO OTIMIZAR O TRATAMENTO DA OBESIDADE

PALESTRANTE: BRUNO HALPERN (SP)

18:20 às 18:35 | DISCUSSÃO E PERGUNTAS

18:35 às 19:00 | ENCERRAMENTO

07:50 – 08:00 – CONGRESS OPENING

08:00 – 09:00 a.m – Scientific Session: Breast Imaging

08:00 – 08:15 a.m – How to screen breast cancer in high risk patients?
Speaker: Christopher Comstock

08:15 – 08:30 a.m – Breast Screening: Should it be individualized according to populational features?
Speaker: Lisa Newman

08:30 – 08:45 a.m – New technologies in breast screening: Where do we stand?
Speaker: Christopher Comstock

08:45 – 09:00 a.m Discussion

09:00 –10: 00 a.m – Scientific Session : Breast Imaging

09:00 – 09:15 a.m – MRI uses in early breast cancer
Speaker:
Lisa Newmann

09:15 – 09:30 a.m – Axillary Evaluation: How to better understand the findings?
Speaker:
Linei Urban

09:30 – 09:45 a.m – Breast Density: How to Deal with It?
Speaker:
Luciano Chala

09:45 – 10:00 – Duscussion

10:00 – 10:30 am – Break

10:30 – 11:00 a.m – Symposium Sponsored By Roche
Speaker:
Filomena Marino

11:00- 12:00 a.m – Clinical Cases Session : How To Deal With Breast Imaging Challenges?
Multidisciplinary

12:00 – 1:00 p.m – Symposium Sponsored By Albert Einstein Hospital

1:00 – 4:00 p.m – Scientific Session: Triple Negative Breast Cancer
Clinical Case Presentation

1:00 – 1:15 p.m – Identifying the different triple negative breast cancer subtypes
Speaker:
Jorge Reis

1:15 – 1:30 p.m – Breast Surgery In Triple Negative Breast Cancer: When is mastectomy the best option?
Speaker:
Mehra Golshan

1:30 – 1:45 p.m – Why should we recommend neoadjuvant chemotherapy in early triple negative breast cancer?
Speaker:
Sara Tolaney

1:45 – 2:15 p.m – Neoadjuvant Immunotherapy in breast cancer: Where Are We Going? Sposored By MSD
Speaker:
Ruffo De Freitas

02:15- 03:00 p.m – Clinical discussion of Triple negative case

03:00 – 04:00 p.m – Symposium Sponsored By Genomic Health: Molecular Tests
Speaker:
Monica Morrow

4:00 – 4:30 pm – Break

04:30 – 06:00 p.m – Scientific Session Quality of life and breast cancer: How to Manage it?

Clinical Case Presentation

04:30- 04: 45 p.m How Could we manage behavioral risk factors ?
Speaker:
Gil Facina

04:45 – 05:00 p.m Hormonal replacement therapy: Current Thinking
Speaker:
Rogério Bonassi

05:00 – 05:15 p.m – Genitourinary Symptoms : New trends in treatments
Speaker:
Alfredo Barros

05:15 – 06:00 p.m – Clinical Case Discussion

06:00 – 07:00 p.m – Ask The Experts
Lisa Newman/ Monica Morrow/ Michael Alvarado/Mehra Golshan/ Christopher Comstock/ Jorge Reis/
Sara Tolaney/ Jennifer Bellon/ Otto Metzger/ Mario Ritgens/ Abram Recht

07:00 pm – Opening Ceremony and Welcome Cocktail

08:00 – 10:00 – SESSÃO CIENTÍFICA | GENÉTICA – Apresentação de Caso Clínico

08:00 – 08:15 – Teste genético em pacientes diagnosticadas com Câncer de Mama: o que precisamos saber?

  • Questão 1: Pra quem solicitar?
  • Questão 2: Qual teste solicitar? Quantos genes avaliar?
  • Questão 3: Impacto da decisão de testar sem aconselhamento genético prévio

08:15 – 08:30 – Como lidar com VUS e mutações não BRCA1/2?

  • Questão 1: Em que situações o VUS pode impactar na decisão do tratamento?
  • Questão 2: Em quais mutações não BRCA as cirurgias profiláticas estariam indicadas?
  • Questão 3: Como orientar os familiares das pacientes portadoras de mutação?

08:30 – 08:45 – Quando recomendar mastectomia redutora de risco?

  • Questão 1: No cenário das pacientes com mutação (incluindo as previamente tratadas com quadrantectomia +
    radioterapia)
  • Questão 2: No cenário alto risco sem mutação
  • Questão 3: Na mama contralateral

08:45 – 09:15 – SIMPÓSIO SATÉLITE MSD

09:15 – 10:00 – Discussão do caso clínico apresentado

10:00 – 10:30 – Intervalo

10:30 – 11:00 – SIMPÓSIO SATÉLITE ROCHE

11:00 – 12:00 – SESSÃO DE CASOS CLÍNICOS | MANEJO DO CÂNCER DE MAMA INICIAL

Caso clínico: 51 anos, CDI mama HER2 pos 2,1 cm grau II, RH pos (forte expressão), LN neg
Caso clínico: 43 anos, pré-menopausa, CDI mama T1cN1, grau II, RH pos (forte expressão RE e RP), HER2 neg
Caso clínico: 56 anos CDI mama triplo negativo 2 cm, GN2, axila clinicamente negativa

12:00 – 13:00 – SIMPÓSIO SATÉLITE AGENDIA

13:00 – 14:30 – SESSÃO CIENTÍFICA | QUIMIOTERAPIA NEOADJUVANTE EM CÂNCER DE MAMA – Apresentação Caso Clínico

13:00 – 13:15 – Quando começar operando?

  • Questão 1: Quais as pacientes não se beneficiam da quimioterapia como tratamento primário?
  • Questão 2: Qual a importância do conhecimento do subtipo molecular?
  • Questão 3: Quando não operar tumores iniciais

13:15 – 13:30 – Como planejar a extensão da cirurgia pós quimioterapia?

  • Questão 1: Quais exames são necessários e em que intervalo (rotina do serviço do palestrante)
  • Questão 2: Estratégia para marcação do tumor na mama: como e em que momento?
  • Questão 3: Quando não fazer cirurgia conservadora?

13:30 – 13:45 – Manejo da axila pós quimioterapia neoadjuvante

  • Questão 1: Segurança Oncológica em Linfonodo Positivo: CLIP vs NOT CLIP
  • Questão 2: Manejo das micrometástase/ITC no anátomo-patologico final (congelação negativa): devemos sempre
    reabordar com nova cirurgia?
  • Questão 3: É seguro sem dupla marcação? Em situações com menos de 3 linfonodos marcados?

13:45 – 14:00 – Radioterapia pós neoadjuvância: podemos individualizar?

  • Questão 1: Como definir planejamento radioterápico: pelo estadiamento inicial ou pela patologia final?
  • Questão 2: No cenário de N1: quando a radioterapia pode substituir o esvaziamento axilar?
  • Questão 3: No cenário de escalonamento sistêmico (Capecitabina, imunoterapia, TDM1), o que muda na indicação da radioterapia!

14:00 – 14:30 – SIMPÓSIO SATÉLITE LIBBS

14:30 – 15:00 – Discussão do caso apresentado

15:00 – 15:30 – Intervalo

15:30 – 16:30 – SIMPÓSIO SATÉLITE ONCOCLÍNICA

16:30 – 18:00 – SESSÃO CIENTÍFICA | SITUAÇÕES QUE DESAFIAM O MASTOLOGISTA – Apresentação de Caso Clínico

16:30 – 16:45 – Em quais situações devemos indicar radioterapia pós mastectomia

  • Questão 1: No cenário da NSM
  • Questão 2: Nos tumores N1 até 3 linfonodos comprometidos
  • Questão 3: Na presença de componente intraductal extenso

16:45 – 17:00 – Tratamento cirúrgico da recorrência local

  • Questão 1: No cenário da cirurgia conservadora: há espaço para nova quadrantectomia?
  • Questão 2: Quando abordar axila na recorrência na mama?
  • Questão 3: Há espaço para novo sentinela na recorrência pós mastectomia?

17:00 – 17:15 – Qual papel do tratamento sistêmico hormônio-quimioterápico nas recorrências locais?

  • Questão 1: Quando devemos fazer quimioterapia na recidiva local isolada?
  • Questão 2: Qual impacto dos diferentes subtipos moleculares?
  • Questão 3: A informação da cirurgia axilar impacta nesta decisão?

17:15 – 17:30 – Quando indicar radioterapia nas recorrências locais?

  • Questão 1: No cenário da mastectomia sem radioterapia prévia. Sempre
  • Questão 2: Nas cirurgias conservadoras, papel da re-radioterapia.
  • Questão 3: Qual papel das novas tecnologias na toxicidade da radioterapia? Quando é indispensável no tratamento da mama?

17:30 – 18:00 – Discussão do caso apresentado.

08:00 – 09:15 – SESSÃO CIENTÍFICA | PATOLOGIA BENIGNA

08:00 – 08:15 – Manejo da mastite crônica granulomatosa

  • Questão 1: Apresentação e diagnóstico diferencial
  • Questão 2: Tratamento
  • Questão 3: Seguimento e evolução

08:15 – 08:30 – Biópsias mamárias: identificando a melhor estratégia

  • Questão 1: Quando indicar biópsias em lesões provavelmente benignas (BIRADS 3)
  • Questão 2: Quando indicar: PAAF X CORE x Mamotomia x Biópsia excisional?
  • Questão 3: Manejo das lesões papilíferas

08:30 – 08:45 – Quando operar lesões de alto risco nas biópsias percutâneas

  • Questão 1: Quais são as lesões onde a discussão da cirurgia faz sentido e em quem não faz?
  • Questão 2: Quais as lesões de alto risco onde a excisão completa com biópsia a vácuo pode resolver?
  • Questão 3: Como identificar o risco de subestimação?

08:45 – 09:00 –  Manejo cirúrgico das lesões não palpáveis

  • Questão 1: Carvão x fio x Roll
  • Questão 2: Como planejar cirurgia melhorando obtenção de margem segura?
  • Questão 3: Melhor método para abordar lesões intraductais e microcalcificações suspeitas

09:00 – 09:15 – Discussão do caso apresentado

09:15 – 10:00 – CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DE-ESCALONAMENTO DA CIRURGIA DA MAMA: O QUE DEVEMOS FAZER EM 2020 E O QUE AINDA ESTAMOS FAZENDO DEMAIS?

09:45 – 10:00 – Discussão

10:00 – 10:30 – Intervalo

10:30 – 11:30 – SIMPÓSIO SATÉLITE

11:30 – 12:30 – SESSÃO DE CASOS CLÍNICOS | DOENÇA BENIGNA

12:30 – 13:30 – SIMPÓSIO SATÉLITE

13:30 – 14:00 – TRABALHOS CIENTÍFICOS | MELHORES TRABALHOS – PREMIAÇÃO

14:00 – 15:30 – MESA REDONDA | ONCOPLÁSTICA: CIRURGIA CONSERVADORA E ONCOPLASTIA

14:00 – 14:15 | Caso 01 – Alternativa a mamoplastia: papel dos retalhos locorregionais

  • Questão 1: A mamoplastia oncologica sempre é necessária?
  • Questão 2: Quais as principais alternativas a mamoplastia oncologica
  • Questão 3: Resultados e videos curtos

14:15 – 14:30 | Caso 02 – Oncoplastica extrema: alternativas a mastectomia

  • Questão 1: Existe maneira de evitar mastectomia em lesões extensas
  • Questão 2: Seguro oncologicamente
  • Questão 3: Técnicas e vídeos curtos

14:30 – 14:45 | Caso 03 – Cirurgia conservadora e implante

  • Questão 1: É possível conservar o implante ou devemos trocá-lo?
  • Questão 2: Mamoplastia de aumento e cirurgia conservadora: quais resultados?
  • Questão 3: Resultados e relação com radioterapia

14:45 – 15:00 | Caso 04 – “Disarter of the masters”: evitando e tratando complicações em cirurgia oncoplastica conservadora

  • Questão 1: Casos de complicação em mamoplastias e retalhos locais
  • Questão 2: Como evitar as complicações
  • Questão 3: Tratamento das complicações

15:00 – 15:30 – Discussão

15:30 – 16:00 – Intervalo

16:00 – 17:30 – MESA REDONDA ONCOPLÁSTICA

16:00 – 16:15 | Caso 05 – Niple-sparing mastectomy e reconstrução: prevenindo complicações

  • Questão 1: Indicação, complicações e tipos de incisão
  • Questão 2: Melhores técnicas de reconstrução
  • Questão 3: Resultados e tratamento de complicações

16:15 – 16:30 | Caso 06 – Reconstrução mamária em mama irradiada: o que fazer

  • Questão 1: Tipo de mastectomia em mama irradiada: mastectomias poupadoras vs mastectomia radical
  • Questão 2: Técnicas de reconstrução para evitar complicações
  • Questão 3: Resultados

16:30 – 16:45 – Novas tecnologias e futuro da reconstrução mamária

  • Questão 1: Novos materiais
  • Questão 2: Tecnologias inovadoras
  • Questão 3: Perspectivas futuras

16:45 – 17:00 – Presente e perspectivas futuras da lipoenxertia mamária

  • Questão 1: Novos resultados
  • Questão 2: Engenharia celular
  • Questão 3: Perspectivas futuras

17:00 – 17:30 – Discussão

17:30 – ENCERRAMENTO DO CONGRESSO

Fechar Menu

Clique no banner e acesse as aulas

certificado

Já emitiu o seu certificado?

Podemos lhe ajudar?